Greek Islands Part I

en. Hello! Today I decided to write about our Greek holidays. Greece, even the Greek islands, is not just about beautiful sandy beaches and crystal blue water. There is a lot more to see in Greece… there is amazing food to be tasted, a lot of history and mythology to learn about, archeological sites and churches to be visited, traditional architecture to be inspired by…

For me, the challenge was to find a good compromise between things to do and just laying down at the beach. So, after talking with some friends, we decided to book a 10-day trip to visit some of the Cyclades Islands: Mykonos, Delos, Folegandros, Naxos, Koufonisia, Amorgos, and Santorini.

Just as a small introduction, the Cyclades Islands are located in the Aegean Sea and their name means “circular islands”. This group of islands, around 200, is located around the sacred island of Delos. And it was here where our trip started…

Delos
After reading an article about Delos at the National Geographic magazine I was very keen to visit it. Delos is basically a well preserved archeological museum frozen in time, listed as a UNESCO world heritage site. As the island is uninhabited that means you have to sleep in one of the neighboring islands and catch a ferry to Delos.

If you’re staying in Mykonos you can book the tour in the booth close to the old pier. As this is an archeological site, I really recommend you booking a guide otherwise, it’s very difficult to understand the site and to have an overview of the whole history/mythology behind it. The price of the ferry, guided tour and entrance fee is around 50€ per person, but totally worth to get to know this historical place.

The idea of an outside archeological museum is taken seriously, the island has a small visitor center close to the ferry port, a small café near the gallery and restrooms. As our time to visit the island was limited (there was a storm alert) we decided to pack enough food and water to enjoy it the most.

Delos

Mykonos
Mykonos is one of the most touristic islands and is very famous for being the party island of the Cyclades. Around 4 pm the hotels and bars by the beach turn on the party mode with loud music playing what for me is quite annoying.
Apart from that, Chora is a good example of traditional Greek architecture and the windmills and the Panagia Paraportiani church also worth the visit. If you have a car I recommend to drive to a faraway beach and enjoy the views of the beautiful landscape with lots of small churches.
A bit out of the tourist scene, there is a family restaurant serving traditional and delicious Greek food for a very reasonable price… Don’t miss the Stasi Diethnes restaurant.

Chora, Mykonos

Folegandros
Folegandros is on my top islands: few tourists, quiet beaches, good restaurants, definitely a hidden gem. Life is easy in Folegandros (at least for the tourists): beach, snorkeling (we brought our own gear), having lunch in one of the small cafés by the beach, head back to Chora, see the sunset from the Church of Panagia, look for a restaurant… Do you enjoy hiking?! With its well-preserved paths, Folegandros is a great island to explore by foot while enjoying the untouched landscapes, check here the five hiking paths. For a delicious breakfast go to Pounta and order a crepe topped with plain Greek yogurt and local honey.

Note: avoid going to the small Cyclades in the last week of September since some restaurants will be already closed plus the weather can be a bit windy during this time of the year.

That’s it for the first part of our Cyclades Island hopping. Stay tuned for the second part, where I will write about Naxos, Koufonisia, Amorgos, and Santorini.

Check my map here to see the places that I wouldn’t mind to visit again in the Greek Islands.

Church of Panagia, Folegandros

pt. Olá! Hoje decidi escrever sobre as nossas férias na Grécia. A Grécia, Ilhas Gregas incluídas, não se trata apenas de praias lindíssimas de areia fina e água turquesa. Há muito mais para ver… há comida deliciosa para ser degustada, muita história e mitologia para aprender, locais arqueológicos e igrejas para serem visitadas, arquitetura tradicional para nos inspirar…

Para mim, o desafio foi encontrar um compromisso entre o que há para ver e apenas relaxar à beira mar. Por isso, após falarmos com alguns amigos, decidímos aproveitar a nossa viagem de 10 dias para visitar as ilhas Cíclades: Mykonos, Delos, Folegandros, Naxos, Koufonisia, Amorgos e Santorini.

A título introdutório, as Cíclades localizam-se no mar Egeu e o seu nome significa “ilhas circulares”. O arquipélago, cerca de 200 ilhas, está organizado à volta da ilha sagrada de Delos. E foi aqui que a nossa viagem começou…

Delos

Delos
Depois de ler um artigo sobre a ilha de Delos na revista National Geographic fiquei muito curiosa para a visitar. Delos é basicamente um museu arqueológico a céu aberto que parece ter parado no tempo, fazendo parte da lista de Património Mundial da Unesco. Como a ilha não é habitada, o alojamento terá de ser numa das ilhas vizinhas.

Se ficares em Mykonos podes reservar o barco diretamente no quiosque do antigo porto. Como este é um sítio arqueológico recomendo-te que marques uma visita guiada, de outra forma torna-se muito difícil ter uma visão da história e mitologia por trás de Delos. O preço do ferry, visita guiada e bilhete de entrada ronda os 50€ por pessoa, na minha opinião vale muito a pena conhecer este local histórico.

O conceito de museu a céu a berto é mesmo verdade, a ilha apenas tem um pequeno centro de visitantes perto do porto, um café ao lado da galeria e casas de banho. Como o nosso tempo aqui era limitado (havia uma aviso de tempestade) decidímos levar comida e água suficientes para aproveitar o tempo ao máximo.

Chora, Mykonos

Mykonos
Mykonos é uma das ilhas mais turísticas, sendo muito famosa por ser a ilha da festa. Por volta das 16h os hotéis e bares perto da praia ligam a música, transformando o areal numa discoteca a céu aberto, o que para pessoas como eu é um pouco chato.
Música à parte, Chora é uma bom exemplo de arquitetura tradicional Grega, os moinhos e a Panagia Paraportiani valem uma visita. Se tiveres alugado um carro aproveita para explorar outras praias e pelo caminho admira a bonita paisagem cheia de pequenas capelas brancas.
Um pouco fora do roteiro turístico, há uma restaurante familiar que serve comida Grega deliciosa por um preço bastante em conta… Disfruta de um delicioso jantar no Stasi Diethnes.

Folegandros

Folegandros
Folegandros está no meu top de ilhas: poucos turistas, praias calmas, bons restaurantes, defenitivamente um tesouro escondido. A vida é fácil em Folegandros (pelo menos para os turistas): praia, snorkeling (levámos o nosso próprio equipamento), almoçar em frente à praia, ver o por do sol da Igreja da Panagia, procurar um restaurante para jantar…
És como nós e também gostas de caminhar? Folegandros tem percursos bastante bem preservados, por isso é um bom sítio para ser explorado a pé enquanto se aprecia a paisagem ainda virgem, vê aqui os cinco percursos disponíveis. Para um pequeno almoço delicioso vai ao Pounta e pede um crepe com iorgurte Grego natural e mel local.

Nota: evita ir para as pequenas Cíclades na última semana de Setembro pois alguns restaurantes já estarão encerrados e o tempo é tendencialmente mais ventoso.

É tudo em relação à primeira parte da nossa viagem às Cíclades. Fica atento à segunda parte, onde irei escrever sobre Naxos, Koufonisia, Amorgos e Santorini.

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Share via
Copy link
Powered by Social Snap